Pisando no Freio e Vencendo a Ejaculação Precoce

No artigo passado eu falei sobre os que sofrem com a SHI, Síndrome do Homem Insuficiente, aqueles que sempre se sentem inferior, que acham não ser capazes de satisfazer uma mulher, enfim, o clássico tipo de homem que vive frustrado consigo mesmo.

Mas, é bom que você saiba que este não é o único tipo de personalidade que pode acabar desencadeando uma complicada ejaculação precoce. Lembra-se da analogia do paraquedas? Pois é, aqui eu também posso usá-la, mas de uma maneira diferente.

O portador de SHI passa o tempo todo preocupado se o paraquedas vai abrir normalmente e se tudo vai dar certo, pensa nos riscos e que ele está caindo de uma altura assustadoramente elevada. Mas deixa eu te mostrar uma diferente abordagem.

UM HOMEM PRECIPITADO E A EJACULAÇÃO PRECOCE

Digamos que ao saltar do paraquedas, o homem, ao invés de ficar se preocupando com os riscos, só quer que tudo aquilo acabe o mais rápido possível. Por ele, já teria chegado ao chão e provavelmente já estaria fazendo o pedido do almoço no restaurante.

Porém, ao chegar no restaurante, ele já estaria pensando no trabalho que tem de ser feito dali a algumas horas. Quando a comida chega ele come rápido, quase sem dar chances para respirar.

E assim é a vida desse homem precipitado. Ele é incapaz de aproveitar cada momento, pois na sua cabeça já há outra coisa em foco. Ele é um homem do futuro, o que vai acontecer a seguir é sempre mais interessante. O percurso nunca é aproveitado.

É que nem aquele garoto que pega uma bicicleta e resolve dar uma passeada pelo interior do país, cruzando por belas estradas, rios e até mesmo cachoeiras. Só que ele pedala tão rápido para chegar ao seu destino que essa paisagem é totalmente desprezada.

Já pensou como é a vida de um homem assim? Geralmente ele fica insatisfeito com o que está acontecendo. Sempre acha que pode ficar melhor. Ele acredita que as coisas devem ser feitas de um modo rápido pois há simplesmente muito a ser feito.

Mas, ao contrário do outro perfil de homem com ejaculação precoce, esse tipo precipitado possui características desejadas por muitos outros rapazes.

OS BENEFÍCIOS TRAIÇOEIROS DE SER PRECIPITADO

Ser precipitado pode te reservar alguns benefícios que agradam a alguns integrantes do grupo SHI. Por exemplo, precipitados costumam ser mais bem sucedidos. E por que isso acontece? Porque eles tomam mais decisões, afinal, eles querem ação!

E quem toma mais decisões acaba aproveitando mais oportunidades. Mas, como o título do tópico induz, esses benefícios são traiçoeiros. O constante pensamento de aproveitar o que tem que ser aproveitado e diminuir o tempo das atividades era o que fazia um garoto de 15 anos de idade procurar meios mais eficientes de se masturbar, acelerando o processo e trazendo o tão esperado orgasmo mais rápido.

Isso tudo não vale a pena. Um cérebro programado para agir tão precipitadamente, tomando decisões sem ponderar, não se importando com a chegada até o prazer, somente pensando em sentir aquela sensação o mais rápido possível. Mas não era isso o que eu pedia no artigo passado? Ledo engano. Não é sentir o mais rápido possível, lógico que não, é aproveitar o momento. No final, esses dois tipos são problemáticos nesse simples e importantíssimo item: eles não desfrutam o prazer do antes, nem do durante, apenas do depois.

É como um solo fértil para a ejaculação precoce. O que muitos não entendem é o fato de homens precipitados geralmente não aparentarem ser inseguros, por exemplo. Sim, muitos não são, mas isso não é garantia de um sexo saudável. A ansiedade pela concretização, pelo ápice, leva tudo por água abaixo.

SINAIS CLAROS DE QUE VOCÊ PRECISA PISAR NO FREIO

Esse tipo de homem geralmente não é tão fácil de identificar quanto os que sofrem da SHI. Mas existem sinais claros que não dá para negar que se trata de um homem precipitado. É só olhar no trânsito.

O rapaz fica impaciente ao parar num semáforo fechado? Ele fica nervoso quando há um caminhão dirigindo lentamente numa via expressa bem na sua frente? Ele odeia esperar em filas? Aí já estão vários sinais! Mas não é só isso. As coisas nunca são tão simples.

Digamos que esse é o tipo de cara que em algumas situações normais da vida costuma colocar seus pensamentos e impressões a frente de outras prováveis explicações. Por exemplo: digamos que ele pegou sua filha com o namorado no quarto e esse é um tipo de pai muito rígido quanto à liberdade sexual dentro da família. Os dois só estavam conversando, não havia indícios de nada relacionado a sexo, mas o pai já achou que algo de “errado” estava acontecendo.

Para facilitar mais a compreensão, darei outro exemplo na relação pai-filhos. O jovem demora a chegar em casa, o seu celular está desligado e, embora o filho tenha avisado que poderia se atrasar, o pai fica totalmente fora de si achando que algo ruim aconteceu. Ele não consegue pensar na possibilidade de o celular estar descarregado e tampouco trazer a memória o aviso de que o garoto poderia se atrasar.

Quando ele chega em casa, uma discussão começa e tudo termina com a desculpa que esse nervosismo é apenas por causa do amor e cuidado. Esse é um sinal claríssimo que você precisa pisar no freio. Pois a partir do momento que a sua ansiedade e precipitação começa a atingir a vida de outras pessoas de um modo bem mais intenso, esse problema pode se tornar numa herança indesejável. E aí nós teríamos mais um cara propenso a desenvolver a ejaculação precoce.

Aliás, esse exemplo abre uma brecha muito importante para o autodesenvolvimento de alguém que tem ejaculação precoce. As desculpas usadas para justificar o comportamento.

PISANDO NO FREIO E ELIMINANDO O AUTOCONFORTO

Ejaculação Precoce

O nosso cérebro é programado para gerar conforto automático, não importa a nossa situação. Só que isso não é nada benéfico em algumas situações. No exemplo acima o pai justifica toda a sua paranoia e precipitação com o argumento de que essas atitudes provém de duas coisas boas: amor e cuidado.

Só que esse argumento é extremamente falacioso e distorce o significado dos conceitos de amor e cuidado. Na verdade, a pessoa precipitada sofre de um egocentrismo. Elas não conseguem compreender, na maioria dos casos, o ponto de vista de outras pessoas. Na verdade não é nem compreender, é aceitar plenamente que outra pessoa possa estar com a razão ou direito.

É só olharmos o caso do motorista precipitado. No trânsito ela corta outros automóveis, dirige rápido e fica impaciente quando há alguém mais lento a sua frente. Por quê? Porque na sua cabeça, de forma inconsciente, quem o atrapalha é um idiota. Se alguém tomar uma atitude que aparentemente o prejudique de alguma forma indireta e ínfima, provavelmente haverá uma revolta por parte dessa pessoa precipitada.

Mas, o que é que nós fazemos que não acaba prejudicando alguém? Afinal, a vida de todos é interligada e cada decisão tomada por um pode reverberar negativamente ou positivamente na vida de vários. Nós não temos controle sobre as consequências. Porque a maioria das coisas ruins e boas que acontecem é o resultado de uma cadeia de decisões que retira parcialmente a liberdade de escolha do ser humano.

Uma pessoa egocêntrica não consegue perceber isso. A partir desse ponto, pessoas com uma visão de mundo voltadas para si mesmas desenvolvem um grande número de sintomas prejudiciais, entre eles, a ejaculação precoce. Diga para mim se essa não é uma das coisas mais egoístas que existem? O homem sente o seu orgasmo com a maior facilidade do mundo, enquanto a mulher sofre com a falta do prazer.

E você sabe que essa postura é egoísta! Porém, se não houvesse nenhum problema com isso, ninguém tentaria mudar e a mulher continuaria resignada ao papel de boneca inflável que respira.

O egocentrismo é confortável, pois ele sempre te dá justificativas para os seus atos errados, fazendo parecer que não houve realmente um erro. Elimine as desculpas da sua vida e repense nos seus atos. Perceba que para mudar um problema como a ejaculação precoce, a sua vida inteira terá que ser renovada.

Seus atos obedecem a um sistema que há muito tempo já foi programado. Está na hora de pisar no freio. Você está disposto a fazer isso?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *