Confira os Tratamentos para Ejaculação Precoce

tratamentos ejaculação precoce

A ejaculação precoce atormenta uma grande quantidade de homens ao redor do mundo, muito embora os que sofrem dessa disfunção acreditem que acontece com poucas pessoas. E por que eles acham isso? Porque os homens ainda têm vergonha de compartilhar os seus problemas sexuais.

Para esclarecer mais sobre os tratamentos para ejaculação precoce, escrevi este artigo para jogar luz a respeito de algumas soluções para esta condição. E nenhuma delas é aquela velha balela que você já deve ter visto na internet mandando apertar a glande do pênis quando estiver perto de ejacular.

ABORDAGEM PSICOLÓGICA: UM DOS MELHORES TRATAMENTOS PARA EJACULAÇÃO PRECOCE

consulta psicologo tratamentos ejaculação precoce

Pouco mais de 30% dos homens brasileiros sofrem com a ejaculação precoce. Mas, parando para olhar a quantidade de caras que fingem ter a vida sexual de um astro pornô, podemos imaginar que essa porcentagem é bem maior.

Muitos preferem sofrer calados na intimidade com a sua parceira do que ir atrás dos profissionais de saúde para procurar ajuda. Eles se atêm à técnicas como aquela velha conhecida de começar e parar quando estiver perto do orgasmo.

Mas, nada disso resolve o problema. Até porque a fraqueza reside na falta de controle da ejaculação, não na falta de sucesso em passar pelo menos 20 minutos na cama.

O apoio psicológico é um dos tratamentos mais importantes para quem sofre de ejaculação precoce e você pode entender isso de uma forma bem clara. Olhe ao seu redor, os homens são constantemente forçados a adotar a postura de caçador sexual.

Se uma mulher se oferecer para um cara, será uma grande besteira se o rapaz não fizer nada. Se uma linda garota passa, o homem tem que olhar. Na verdade, ele é ensinado a fazer tudo isso pela sociedade.

É sempre o rapaz que deve tomar a iniciativa, ele que deve possuir a experiência necessária e saber de tudo, mesmo que ainda tenha 15 anos de idade e mal saiba sobre sexo.

Junte a isso a capa da religiosidade que é grossa demais em muitas famílias pelo Brasil. Assim, a criança cresce sem ter noção do que fazer, com várias dúvidas e com todos os seus hormônios a flor da pele sendo esmagados pelo medo de estar fazendo algo errado.

Ele cresce mais um pouco e logo descobre aquele prazer imenso que o deixa fascinado. Na adolescência, passa a se masturbar com medo, querendo que acabe logo, que aquele prazer arrebatador chegue com urgência e que ninguém descubra o seu segredinho.

Normalmente essas ânsias que se adquirem na infância e na adolescência vão embora na vida adulta. Mas muitos não conseguem se livrar dessa situação e vão vivendo com esse dano.

O pior é que falta alguém para conversar de verdade. Muitas famílias preferem adotar o caminho da repressão sexual e outras escolhem uma postura mais leve, mas também pouco esclarecedora, pois ninguém conversa com abertura suficiente para um entendimento maior sobre o assunto.

E isso não é culpa dos pais, eles foram criados dessa forma e assim o ciclo se perpetua. O que você tem que fazer é colocar um ponto final nessa rede de desinformação.

E é por isso que o apoio psicológico é tão relevante e é um dos tratamentos mais eficientes que existem. Porque a maioria dos problemas sexuais é fruto de traumas, situações ocorridas na infância e adolescência, falta de conversa, medo e o desespero diante da inexperiência quando o tão esperado ato sexual chegar.

A conversa com um profissional, alguém que entende os mecanismos da mente e a formação de tabus, alguém que está acostumado a escutar centenas de problemas sexuais de seus pacientes e as consequências que eles trazem, alguém que lhe oriente no processo de recondicionamento mental e o ajude a superar o problema da ejaculação precoce. Disso não tenha dúvidas.

Mas é sempre importante salientar que a ejaculação precoce tem várias causas e a sua pode não ter muita relação com problemas emocionais ou psicológicos. Às vezes o caso é puramente fisiológico.

Você não sabe se a causa da sua ejaculação precoce é de natureza psicológica ou fisiológica? Conheça minha história, veja como eu descobri que tinha ejaculação precoce e como eu consegui superar este problema.

MEDIDAS PALIATIVAS: ANTIDEPRESSIVOS, POMADAS E PRESERVATIVOS RETARDANTES

tratamentos ejaculação precoce

Estudos comprovam que a ingestão periódica ou intermitente de antidepressivos como Setralina, Dapoxetina, Fluoxetina e Paroxetina podem ser úteis para o tratamento de ejaculação precoce.

O paciente que já está frustrado, de mal com a vida, com o relacionamento comprometido e baixa autoestima, começa a tomar um desses medicamentos citados acima e apresenta uma melhora significativa no retardo da ejaculação.

Como você já sabe, quando eles já apresentam uma melhora nos seus casos clínicos e interrompem o tratamento até no máximo 12 meses, os efeitos sexuais continuam.

Porém, tome cuidado com os efeitos colaterais. Algumas pessoas podem ter mais do que as outras. A boca seca e a perda latente do desejo sexual são dois exemplos que podem incomodar bastante. Portanto, apesar de ser considerado um tratamento, não resolve o problema por completo.

Outra opção são as pomadas retardantes, porém alguns reclamam de perder demais a sensibilidade no pênis ou que demoram muito para ejacular, chegando até a comprometer a ereção. Mas muitos homens conseguem ter um bom resultado e demoram pelo tempo suficiente, aproveitando um bom momento com a sua parceira.

TRATAMENTOS NATURAIS/ALTERNATIVOS

tratamento natural ejaculação precoce

Alguns podem ter achado estranho eu não ter mencionado sobre o tratamento de neurotomia, algo que já chegou aos ouvidos daqueles que precisam de uma solução para a ejaculação precoce. O problema é que este tipo de “tratamento” não tem respaldo científico. Ou seja, não ajuda em nada no seu problema.

Pior. Pode acabar te dando outra disfunção: a erétil. Esse tratamento junto com o de injeções penianas não são recomendados.

Alguns caras preferem tomar Viagra e acham que com isso vão ser o macho alfa do pedaço. Mas se você não sofre de disfunção erétil, é provável que acabe arrumando uma iminência de problemas cardíacos.

E por que eu estou falando de tudo isso aqui nesse tópico de tratamentos naturais? Porque você pode trocar todas essas “soluções” apontadas acima por métodos menos arriscados e que podem até ser mais eficientes.

Entenda que não estou dizendo que os tratamentos que serão mostrados a seguir são de fato eficazes na cura da ejaculação precoce. Eles podem apenas te ajudar a ficar num estado menos propício para que a sua condição ocorra. Um exemplo é o chá de camomila, que te deixa mais calmo e relaxado.

O suco de maracujá também faz bem, assim como o Palmito Sabal, uma planta norte-americana muito conhecida por tratar disfunções sexuais. Outro exemplo é o Muira Puama, uma planta da Amazônia que, alguns dizem, ajuda a aumentar o tempo da ereção.

Estou colocando isso aqui porque quero te mostrar todos os lados do tratamento para ejaculação precoce, mas, sinceramente, não deposite sua confiança em nenhum desses métodos naturais. São apenas suposições de pessoas que apostam na cura da ansiedade, uma das causas mais comuns do problema, através dos chás e dos sucos de fruta que trazem mais tranquilidade.

O que você deve saber é o seguinte: nada que trata o seu problema de uma maneira externa vai realmente trazer o controle definitivo.

E, para fechar a lição, te darei uma dica muito valiosa, que se bem feita pode te levar a um controle absoluto da ejaculação e uma ereção muito mais vigorosa. Talvez você já tenha ouvido falar do exercício de fortalecimento do músculo pubococcígeo, o chamado músculo PC. E no que ele se baseia? Na contração demorada e no relaxamento desse músculo, até que fique bem desenvolvido e assim seja possível controlá-lo.

E por que você iria querer ter o controle sobre ele? Porque esse é o músculo que coordena a sua ereção e o processo ejaculatório. Eu acho que você já viu nos programas de domingo na televisão aqueles homens bem fortes que conseguem fazer os músculos do peito pular, assim como os do braço também. E daí você chega na frente do espelho e tenta mexer o seu. Qual o resultado? Tudo estático, nada se move.

No peitoral, assim como nos braços, os músculos podem ser controlados, que é a mesma coisa que acontece com o músculo PC. O que é necessário? Adotar a mesma atitude dos fortões da televisão. Treinar, desenvolver e ser determinado quanto a isso. A diferença é que você vai usar o pubo coccígeo como foco dos exercícios.

Agora você deve estar curioso acerca desta tarefa. Tudo bem, eu te ensinei as ações básicas, apenas para você ter a noção das coisas. Quer saber que músculo é esse? Vá ao banheiro e tire aquela água do joelho. No meio do procedimento, escolha interromper a descida da urina. Prendeu a urina? Pronto! Você acabou de usar o seu músculo PC. Sim, é esse mesmo que foi utilizado para suspender o ato de urinar.

Agora experimente fazer o mesmo movimento, só que sem estar urinando. Sentiu o músculo contraindo? Isso! Contraia por uns 3 segundos e depois relaxe. Com isso faça repetições no seu dia a dia. Dentro de um mês você já notará diferenças na ereção e no seu desejo sexual. Você vai aprender a gerenciar suas necessidades, assim como fez com sua vontade de urinar. Lembra da lição passada? Pois bem!

É isso o que irá acontecer, um homem com total controle sobre seus desejos sexuais, com vigor e proporcionando prazer para a sua parceira!

 

Receba em seu Email as Melhores Informações sobre o Tratamento da Ejaculação Precoce

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as novidades!>